Pensamentos do Dia

Dói-me a Vida aos Poucos

Fernando Pessoa

Estou num daqueles dias em que nunca tive futuro. Há só um presente imóvel com um muro de angústia em torno. A margem de lá do rio nunca, enquanto é a de lá, é a de cá, e é esta a razão intima de tod...


Novo Ano

Agustina Bessa-Luís

Eu desejaria que o Novo Ano trouxesse no ventre morte, peste e guerra. Morte à senilidade idealista e à retórica embalsamada; peste para um certo código cultural que age sobre os grupos e os transfor...


Os Amigos Nunca São para as Ocasiões

Miguel Esteves Cardoso

Os amigos nunca são para as ocasiões. São para sempre. A ideia utilitária da amizade, como entreajuda, pronto-socorro mútuo, troca de favores, depósito de confiança, sociedade de desabafos, mete nojo...


Só se Pode Ser Feliz Simplificando

Florbela Espanca

Só se pode ser feliz simplificando, simplificando sempre, arrancando, diminuindo, esmagando, reduzindo; e a inteligência cria em volta de nós um mar imenso de ondas, de espumas, de destroços, no meio...


Aprendendo a Viver

Clarice Lispector

Thoreau era um filósofo americano que, entre coisas mais difíceis de se assimilar assim de repente, numa leitura de jornal, escreveu muitas coisas que talvez possam nos ajudar a viver de um modo mais...

Poemas do Dia

Não Posso Adiar o Amor

António Ramos Rosa

Não posso adiar o amor para outro século/ não posso/ ainda que o grito sufoque na garganta/ ainda que o ódio estale e crepite e arda/ sob montanhas cinzentas/ e montanhas cinzentas/ / Não posso adiar...


Destino

Mia Couto

à ternura pouca/ me vou acostumando/ enquanto me adio/ servente de danos e enganos/ / vou perdendo morada/ na súbita lentidão/ de um destino/ que me vai sendo escasso/ / conheço a minha morte/ seu lu...


Como Te Amo

Fernando Pessoa

Como te amo? Não sei de quantos modos vários/ Eu te adoro, mulher de olhos azuis e castos;/ Amo-te com o fervor dos meus sentidos gastos;/ Amo-te com o fervor dos meus preitos diários./ / É puro o me...


Poema da Necessidade

Carlos Drummond de Andrade

É preciso casar João,/ é preciso suportar António,/ é preciso odiar Melquíades,/ é preciso substituir nós todos./ / É preciso salvar o país,/ é preciso crer em Deus,/ é preciso pagar as dívidas,/ é p...


Soneto de Mal Amar

José Carlos Ary dos Santos

Invento-te recordo-te distorço/ a tua imagem mal e bem amada/ sou apenas a forja em que me forço/ a fazer das palavras tudo ou nada./ / A palavra desejo incendiada/ lambendo a trave mestra do te...

Garantia de Qualidade
O Citador é o maior site de citações, frases, textos e poemas genuínos e devidamente recenseados em língua portuguesa. Desde o ano 2000 que o Citador recolhe counteúdos directamente das fontes bibliográficas, sem recorrer a cópias de outros sites ou contributos duvidosos a partir de terceiros. Tem atenção aos Direitos de Autor.
Pesquisa

Citador em Inglês