Adivinhas - Lote 3/6

10 Adivinhas



"Mais fina que o papel
mil pessoas não conseguem
levantá-la."

"Eu tive princípio e fim,
mas no meu presente estado,
nem sabes onde começo,
nem onde fui acabado.
Parte sou duma cadeia,
que não tira a liberdade,
adorno aquele que prendo,
e se o aperto é amizade.
Quase sempre aos desposados
me dão no dia primeiro,
pois no dia em que se casam
começa o seu cativeiro."

"Gado miúdo,
terra mimosa,
onde poisa faz uma rosa."

"Passeio por onde eu quero,
caminho com desafogo,
todos os anos me visto
e sempre de trajo novo.
Como e bebo e nada me custa,
e quem me vê logo se assusta."

"Dele dependem
todos os que o têm,
não os que vão,
sim os que vêm,
bate sem mãos,
fala sem boca,
nunca sair
pode da toca."

"Oh que lindos amores eu tenho!
Oh que lindos!
Oh que ingratos:
Andam por dentro das botas
e por fora dos sapatos"

"Sou uma velha encarquilhada,
neste país não fui criada,
trouxeram-me por tal engenho,
quanto mais me querem mais eu queimo"

"Falo sem ninguém me ouvir,
descubro muitos segredos,
puno o crime,
meto enredos,
faço chorar,
faço rir.
Meu trabalho é ir e vir,
sou muito leve em andar,
já viajei pelo ar,
por morrer quem me criou,
em toda a parte onde estou
em ferros venho a acabar."

"Riquezas não ambiciono,
mas em guardá-las prossigo.
Defendo bons,
maus castigo,
deus sirvo e deus aprisiono,
guardo a casa do meu dono.
Deixando-a e indo-me embora,
em ar de quem me namora,
essa, em cuja casa estou,
a cada volta que dou,
bota uma coisa de fora."

"Todo o dia em um canto estou metida,
e ali de contínuo trabalhando.
Nenhum me ouve a voz,
nem sou sentida,
em trabalho e silêncio vou passando.
Também em obras pias levo a vida,
que um e outro ferido vou curando,
e inda assim dizem muitos sem vergonha:
fujam dessa mulher que tem peçonha"

Facebook

Inspirações

Dar e Receber

© Copyright 2003-2019 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE