Adivinhas - Lote 5/5

10 Adivinhas



"Tamanho como um camarão,
guarda cem moios de pão."

"Nos altos montes habito,
do céu trago o meu candor,
sem estrondos cubro a terra,
toda a deixo duma cor.
Bem vária em minha figura,
conforme me agita o vento,
finjo às vezes estrelinhas,
outras flores represento.
Do grã monarca das luzes,
tanto sou enamorada,
que quando o vejo ou o sinto,
fico toda liquidada."

"Feito de ossos de animais,
sendo redondo sou chato:
tenho um olho, raro três,
muitas vezes dois ou quatro.
Tenho uma casa só minha,
não entra lá nunca alguém:
vivo nela ou junto dela,
não cabe lá mais ninguém."

"Corre cerros e baixuras,
sempre de bocado na boca."

"Sou tísica de nascença,
mas roio quanto me dão,
e por falta de cosimento
lanço o que roio no chão.
Vivo bastante oprimida,
assim mesmo a trabalhar,
mas começando a coser,
logo me ponho a roncar.
Muitos de mim se servem
para conseguir seu fim,
não tenho nada de santa,
ajoelham junto a mim."

"Que é, que é,
redondo como um cesto
comprido como uma corda?"

"Em uma casinha sem porta,
fechada estou sem janela,
mas que aproveita ou que importa
se me tiram fora dela
somente para ser morta?"

"Em que se parece
a Europa com um barbado?"

"Alto foi nascimento,
fui criada num convento,
e quando me ia a rir,
tamanho trambolhão dei
que a minha casa não voltei!"

"Quatro batem na calçada,
dois olham para o céu,
dois fazem a queijoada,
e um toca berimbeu!"

Facebook

© Copyright 2003-2019 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE