João César das Neves

Deixar-se deslizar para o marasmo do contentamento é viver a morte em vida. Confundindo embriaguez com felicidade, mergulham cegos no torvelinho do prazer asfixiante que, para se manter, exige novidades sempre mais perversas, acabando por devorar a própria identidade.

Diário de Notícias / 20070723




Facebook

© Copyright 2003-2019 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE