António Vaz Pinto

O consumo é o ópio do povo. Isso é que é verdadeiramente alienante. Não é o consumismo normal, do pão ou da manteiga, mas a ideia de que é preciso ter e consumir cada vez mais para ser feliz.

Sol / 20090110




Facebook

É o Amor o Monólogo Partilhado

É o amor o monólogo partilhado. Depois do prazer dela era todo o mundo que fazia sentido. O orgasmo escorria como se percorre a vida. E havia o beijo final. O beijo depois do beijo. O beijo que nem ...

Porque Andas tão Alegre?

Porque andas tu tão alegre quando eu me sinto triste, desesperadamente triste? Custa tanto ser desprezada quando se tem a consciência imaculada, como um arminho que coisa alguma fosse capaz de mancha...
Inspirações

Iluminar a Vida

© Copyright 2003-2016 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE