António Vaz Pinto

O consumo é o ópio do povo. Isso é que é verdadeiramente alienante. Não é o consumismo normal, do pão ou da manteiga, mas a ideia de que é preciso ter e consumir cada vez mais para ser feliz.

Sol / 20090110


Pesquisa

Não se Diz ao Triste que se Alegre

Pouco sabe da tristeza quem, sem remédio para ela, diz ao triste que se alegre; pois não vê que alheios contentamentos a um coração descontente, não lhe remediando o que sente, lhe dobram o que padec...

A Culpa é Sempre Nossa

Sempre admirei aqueles que nos fazem sentir culpados do que dantes nos julgáramos inocentes. A culpa é uma riqueza, à qual se vai acrescentando. O resultado oscila entre a lista telefónica e as Obras...
Inspirações
Facebook