O consumo é o ópio do povo. Isso é que é verdadeiramente alienante. Não é o consumismo normal, do pão ou da manteiga, mas a ideia de que é preciso ter e consumir cada vez mais para ser feliz.

Sol / 20090110


Pesquisa

Facebook

O Amor na Lama

- Esteban, o homem não poderia fazer grandes obras sem trabalhos pequenos; na maqueta do carpinteiro está todo o edifício do arquiteto, não há profissões grandes e pequenas: alegro-me que tenhas deci...

O Amor é o Elixir da Juventude

O amor é um poema. Dói e canta cá dentro. Tem a filosofia das árvores, a lição do mar, os ensinamentos que as aves recolhem quando migram para lá dos desertos, de onde hão-de regressar mais sábias e ...
Inspirações

O Sentido da Vida