Inês Pedrosa

É melhor haver uma democracia pobre, suja, esfarrapada, do que uma ditadura opulenta. A democracia magoa, zanga-nos, dá trabalho - é como o amor. Um infinito de esperança em desilusão permanente. Do mal o menos. Antes um amor magoado do que amor nenhum. A ditadura é esse sossego do amor nenhum - os dias iguais e silenciosos.

Expresso / 20090516




Facebook

© Copyright 2003-2019 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE