Eduardo Prado Coelho

Há poucas esperanças para que o uso da televisão seja feito do lado da racionalidade. É a relação entre a imagem e o sentimento que predomina. O que os noticiários da nossa televisão fazem, naquela ânsia de fixarem audiências, é estenderem por mais uma hora imagens que na sua maior parte são fragmentos de um arquivo de dor. Desde a dor minúscula de uma criança doente à violência de um autocarro que explode.

Público / 20030822




Facebook

Inspirações

Amor e uma Cabana

© Copyright 2003-2019 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE