Luís Portela

19 Citações

>>

O indivíduo que pensa que o que faz é muito bom, torna-se incapaz de fazer melhor. Mesmo aquele que reconhece que o que faz não é bom, mas está convencido que não consegue fazer melhor, é incapaz de melhorar.

Jornal de Notícias / 20070425
Ganhar a capacidade de se colocar à janela da vida, como que um observador atento daquilo que se passa à sua volta e consigo. Sem se envolver automaticamente, descontroladamente, despropositadamente nas situações ou em raciocínios estéreis, desconexos, que não sirvam os superiores interesses do próprio e dos outros. Isto será procurar encontrar-se, centrando-se em si, no que é a sua perspectiva e a sua vontade. Isto será ganhar consciência de si. E ganhando-a, deverá ter uma perspectiva cada vez mais ampla, um conhecimento mais completo, uma postura mais harmoniosa, uma atitude mais serena.

Jornal de Notícias / 20060830
Na escola da vida, parece não ser possível que outro ou outros façam o que cada um tem a fazer. Só cada um pode construir o seu próprio caminho. Enquanto não o fizer, ele fica por fazer. Mas quando se disponibiliza a fazê-lo por si, vai descobrindo, pela renovação interior, o enorme potencial necessário para concretizar o caminho.

Jornal de Notícias / 20060301
Numa época de grande intensidade de acontecimentos e de alguma confusão, onde por vezes se tornam claras a malvadez, a inveja, a calúnia ou o império dos sentidos, surgem com frequência a ansiedade, a agitação ou a depressão, quando os problemas parecem mais que as soluções. Enquanto, como crianças na escola da vida, os homens ainda se ocupam com futilidades e brincam de viver. Mas, no momento em que param para pensar um pouco, no momento em que de alguma forma se desligam da turbulência do mundo, os homens sempre têm disponível a sua própria serenidade interior. E quanto mais se desligam mais serenam. E quanto mais serenam mais lúcidos se tornam, relativizando as peripécias do mundo e positivando construtivamente o seu pensamento.

Jornal de Notícias / 20060301
O ser humano não nasce cristão nem maometano; nasce apenas com uma consciência pura e inocente. A família em particular e a sociedade em geral condicionam-no segundo conceitos a que foram anteriormente condicionados. (...) Esta seria uma forma de escravatura existencial a que a humanidade se habituou de tal maneira, que passou a admitir como natural aquilo que seria terrivelmente anti-natural, por lhe coarctar a liberdade de pensamento e a liberdade espiritual, profundamente embotada em conceitos e preconceitos construídos em torno das ideias defendidas por grandes pensadores, mas tendo geralmente pouco ou nada que ver com a essência das mensagens dos Mestres.

Jornal de Notícias / 20050720
A pessoa que confia demasiado nas suas intuições termina por constatar incongruências e inexactidões, pelo que será aconselhável que a necessária confiança seja complementada com alguma ponderação na análise das intuições e alguma moderação na tendência para as utilizar.

Jornal de Notícias / 20050202
A expansão da consciência parece minimizar alguns obstáculos, permitindo-nos abarcar uma outra dimensão, com a assunção crescente da total responsabilidade pelas nossas acções passadas, presentes e futuras, bem como, obviamente, pelos pensamentos que as alimentam. A intuição deverá ser então apenas uma janela, ou um conjunto de janelas, que nos alargam os estreitos horizontes em que antes nos movimentávamos, permitindo-nos ser mais responsáveis e mais completos.

Jornal de Notícias / 20050202
Quem deseja o melhor para si não precisa nem deve desejar mal aos outros, o que só o inferiorizaria, retirando-lhe discernimento e capacidade operacional. O pensamento positivo e a atitude construtiva implicam magnanimidade, respeito, tolerância e, até, solidariedade e partilha com os outros.

Jornal de Notícias / 20050119
Aparentemente, o caminho do sucesso pleno só pode ser intuído por quem assume honestamente a defesa dos seus interesses, mas também, e sempre, dos interesses do grupo em que se encontra incluído, bem como dos interesses da humanidade em geral.

Jornal de Notícias / 20050119
A cultura da tolerância deve prever o controlo e a eventual rejeição dos militantemente intolerantes, que se disponham ao uso de meios destruidores para impor os seus pontos de vista. Ou seja, a submissão dos tolerantes deverá ser racionalmente evitada, sob pena de frutificação de novas formas de intolerância.

Jornal de Notícias / 20041124
>>
 

Facebook

Inspirações

Deixar Ser

© Copyright 2003-2019 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE