Isabel Leal

74 Citações

>>

O nosso tempo afinou a crença que só vale a pena o que for compensatório. O que nos der mais conforto, mais poder, mais dinheiro, mais prestígio, mais fama. O que acrescentar qualquer mais-valia ao nosso investimento. Fazer o que quer que seja só pelo gozo parece bizarro, um argumento de quem esconde alguma coisa ou não tem mais nada para invocar.

Notícias Magazine (DN) / 20071125
A maioria avalia o que vale e o que não vale a pena em função das respostas e dos estímulos que aqueles que estão mais perto devolvem. (...) Como se a nossa vida e nós próprios fôssemos um permanente e virtual fenómeno de espelho.

Notícias Magazine (DN) / 20071125
Por si só, a simpatia é melhor do que a antipatia e não tem incompatibilidades outras, pelo que é capaz de valer o esforço de, pelo menos, tentar lá chegar. É que os bons comportamentos costumam carregar consigo bons sentimentos e isso é simpático. Para os outros mas também para nós.

Notícias Magazine (DN) / 20070603
Faz-nos falta a simpatia ou, pelo menos, expressões com que a conotamos. Os sorrisos abertos a que chamamos francos, as perguntas que acreditamos mostrarem genuíno interesse, os comentários triviais mas gratificantes, os abracinhos a despropósito ou as palmadas nas costas que querem dizer: boa!

Notícias Magazine (DN) / 20070603
Quanto maior a preocupação com a imagem menos se nota os efeitos práticos.

Notícias Magazine (DN) / 20070520
Parece que vivemos obcecados pela importância da imagem. Para qualquer lado que nos viremos, lá estão os discursos sobre a importância de corresponder a um dado estereótipo acabado e adequado; de parecer bem; de transmitir na atitude o que se quer, o que deve ser ou o que convém.

Notícias Magazine (DN) / 20070520
Cada um de nós àquilo que vê e observa agrega um valor, pessoal e intransmissível, feito das suas próprias referências. Por seu turno, as imagens que nos chegam, das mais cuidadosamente produzidas às mais espontâneas, chegam-nos em contextos que lhes acrescentam a mais-valia de sentido que, de outra forma, não teriam.

Notícias Magazine (DN) / 20070520
Uma imagem qualquer, qualquer imagem, é sempre especular. Seja do que for: uma pessoa, um local, um grupo alargado, um fenómeno, a imagem que conseguimos reter não é, nem é para ser, a coisa em si mas, apenas, uma representação. É, aliás, por isso que experimentamos tantas desilusões quando temos a possibilidade de nos aproximar do original e perceber o pouco que tem a ver com a imagem que foi debitada ou que captámos.

Notícias Magazine (DN) / 20070520
Descobrimos, habitualmente por experiência própria, que aquelas criaturas muito doutas que citam os clássicos, sabem sempre quem disse o quê, quando e a que propósito patinam na resolução de problemas triviais e quotidianos. Que o «crânio» que brinca com os números como se fossem simples e fáceis emperra em algumas habilidades sociais que diríamos básicas.

Notícias Magazine (DN) / 20070408
Nem a confiança é uma virtude nem a desconfiança um terrível pecado, e, ainda por cima, não têm de estar directamente relacionadas.

Notícias Magazine (DN) / 20070401
>>
 

Facebook

© Copyright 2003-2018 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE