Desidério Murcho

18 Citações

>>

Andamos anos a dizer às crianças que é importante não mentir e depois elas descobrem um dia que quase todas as relações sociais e institucionais, políticas e empresariais são baseadas na mentira e na manipulação.

Público / 20080930
A melhor motivação para defender a tolerância e rejeitar o dogmatismo é a convicção de que somos falíveis e portanto podemos estar errados quando pensamos seja o que for.

Público / 20080826
Ser racional não é senão a abertura permanente à discussão pública e esta abertura é necessária porque somos falíveis. A liberdade de discussão pública não é meramente uma opção política; é a única maneira que temos de descobrir a verdade, porque essa é a nossa condição humana.

Público / 20080729
Todos parecemos saber perfeitamente bem o que é a arte, mas mal tentamos explicar o que ela realmente é, enredamo-nos em contradições e implausibilidades. É isto a filosofia: faz-nos pensar outra vez e revela perplexidades onde antes havia apenas banalidades.

Público / 20080722
A humildade perante a verdade é precisamente o que não existe quando mais se pensa que existe.

Público / 20080701
Só conseguimos criar ciência e filosofia e artes quando estamos dispostos a rever as nossas convicções e as nossas metodologias.

Público / 20080701
Ensinar é difícil. Exige virtudes que poucos seres humanos têm: paciência, humildade, curiosidade científica, sensibilidade pedagógica e didáctica, gosto em dar a saber a quem sabe menos, gosto pelo contacto humano com os estudantes. Acresce que não há métodos automáticos que garantam a excelência do ensino, tal como não há métodos automáticos que garantam a excelência da investigação. Exige-se perspicácia, maturidade, inteligência, criatividade, vistas largas.

Público / 20080610
Um bom professor, seja de que matéria for, tem de dominar até à letra H se leccionar até à letra D. Não pode dar-se o caso de andar a leccionar até à letra H dominando apenas as matérias até à letra D. Mas não se deve encarar como escandaloso que um professor não tenha os conhecimentos que devia ter. Afinal, o mundo não é perfeito e as universidades que os formaram também não. O que importa é partir dessa realidade e fazer algo que seja construtivo.

Público / 20080610
As pessoas tendem a aceitar ideias agradáveis ou confortáveis, por serem agradáveis ou confortáveis, e não se dão ao incómodo de tentar saber se são verdadeiras. Além de isso dar trabalho, ameaça pôr a nu uma fantasia saborosa e lá se vai uma parte do apoio psicológico que estas pessoas recebem de tais fantasias.

Público / 20080527
A filosofia é sobretudo uma actividade crítica e não um corpo de conhecimentos. É a procura de justificações plausíveis e publicamente defensáveis das nossas crenças e convicções. Neste sentido, a filosofia é subversiva por natureza.

Público / 20080520
>>
 

Facebook

© Copyright 2003-2018 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE