Actualidades: Literatura

23 Citações

>>

Pedrosa , Inês

Cada literatura tem os seus génios e os seus escrevinhadores, e cada escritor digno deste nome inventa a sua própria língua. Não faz sentido falar de literaturas nacionais.

Expresso / 20081018

António Saraiva , José

Hoje a literatura mais celebrada pela crítica é a que assenta em combinações de palavras que não visam contar uma história mas criar certas sensações estéticas. O leitor é preso não pelo enredo mas pelo envolvimento 'literário' que o livro vai criando.

Tabu (Sol) / 20070602

Freitas , Cláudia

Há quem defenda que a literatura tem o supremo poder de nos reconduzir a nós próprios (e que o talento do autor se mede pela intensidade desse retorno): se descobrimos algo inédito, isso mais não é do que a emergência de um significado escondido algures no nosso subconsciente e que repentinamente se transfere para o lado claro e luminoso da nossa consciência.

Xis (Público) / 20061014

Hériz , Enrique

Como leitor posso conhecer realmente um livro mas vai ser um objecto distinto daquele que outro leitor conhece porque o livro acaba de construir-se no meu cérebro.

Notícias Magazine (DN) / 20060326

Cercas , Javier

A literatura devia mostrar-nos a realidade física, mas também a moral (o nosso comportamento, a nossa forma de ser), de forma a que experimentássemos vê-las pela primeira vez, com os contornos muito acentuados. A arte permite isso. Através de uma mentira alcançamos uma verdade mais essencial, mais profunda.

MilFolhas (Público) / 20060311

Cercas , Javier

A ficção é isso mesmo - contar uma mentira que é mais verdade do que a própria verdade.

MilFolhas (Público) / 20060311

Nunes , Rui

Só é dizível o trágico. Não há uma literatura da felicidade. O que é trágico é o que tem relevo, é o que produz sombras, é o que recebe luz, é o que gera contrastes e é o que fascina.

MilFolhas (Público) / 20060212

Ben Jelloun , Tahar

Não há nada pior do que o romance psicológico ou sociológico. Um romance deve ser romanesco. Quer dizer, literário. Isto é, deve predominar nele o imaginário e a invenção de personagens. Quando se começa a explicar a psicologia das personagens - este homem fez isto e aquilo por causa disto e daquilo - está-se a dar uma aula. E o leitor não precisa disso.

DNa (DN) / 20051118

M. Tavares , Gonçalo

O moralismo é a antítese da Literatura. A Literatura começa precisamente quando recusamos ser moralistas e instintivamente somos perversos. Quem escreve não pode olhar para onde toda a gente está a olhar, mas para o outro lado.

Jornal de Letras, Artes e Ideias / 20050427

M. Tavares , Gonçalo

A melhor maneira de respeitar um autor é fazer alguma coisa com o que ele fez. Eu adorava que fizessem alguma coisa com o que fiz. Respeitar é continuar, como se fosse um diálogo, uma conversa.

MilFolhas (Público) / 20050108
>>
 

Facebook

© Copyright 2003-2017 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE