Actualidades: Religião

26 Citações

<< >>

Borges , Anselmo

Deus manifesta-se, mas nunca directamente, sempre e só indirectamente. Jamais alguém viu ou falou directamente com Deus. Por isso, os livros sagrados não são um ditado divino - são Palavra de Deus em palavras humanas. Quer os seus autores quer os seus leitores escreveram e leram com uma pré-compreensão, isto é, no quadro de pressupostos históricos e culturais, interesses e expectativas. Portanto, a sua leitura nunca pode ser literal, pois implica sempre uma interpretação.

Diário de Notícias / 20061203

Borges , Anselmo

Para um número indeterminável de homens e mulheres, a religião, cujo núcleo é a salvação e a felicidade plena, em vez de ser o espaço da alegria, da expansão e da vida, foi, de facto, o espaço da tristeza, da humilhação e da morte.

Diário de Notícias / 20061112

Borges , Anselmo

O Homem é por natureza religioso, no sentido de estar constitutivamente aberto à questão de Deus enquanto questão. Essa abertura, independentemente da resposta, positiva ou negativa, que se lhe dê, é que é o fundamento último da dignidade humana. Precisamente porque é abertura ao infinito.

Diário de Notícias / 20061112

Borges , Anselmo

Na situação actual, não foi apenas a «transcendência religiosa» que perdeu vigor, também a «transcendência política» está em crise. Por isso, as sociedades liberais vêem-se a braços com a dificuldade de fundamentação dos valores e estabelecer vínculos de cidadania. Nesta linha, não faltam pensadores que fazem apelo à religião no seu papel espiritual, ético, cultural. Respeitando as autonomias individuais e o pluralismo democrático, as religiões podem dar um contributo positivo com os seus recursos simbólicos.

Diário de Notícias / 20060604

Borges , Anselmo

O ateu frequentemente obrigou o crente a reflectir sobre o essencial da religião e impediu-o de cair na superstição e desumanidade. A religião pode ser o espaço da maior grandeza, mas também das piores indignidades. Antes da fé em Deus, o que nos une a todos é a humanidade.

Diário de Notícias / 20060122

Portela , Luís

O ser humano não nasce cristão nem maometano; nasce apenas com uma consciência pura e inocente. A família em particular e a sociedade em geral condicionam-no segundo conceitos a que foram anteriormente condicionados. (...) Esta seria uma forma de escravatura existencial a que a humanidade se habituou de tal maneira, que passou a admitir como natural aquilo que seria terrivelmente anti-natural, por lhe coarctar a liberdade de pensamento e a liberdade espiritual, profundamente embotada em conceitos e preconceitos construídos em torno das ideias defendidas por grandes pensadores, mas tendo geralmente pouco ou nada que ver com a essência das mensagens dos Mestres.

Jornal de Notícias / 20050720

Prado Coelho , Eduardo

As pessoas dizem-se católicas e contudo trata-se de um catolicismo formal, reduzido a sinais e convenções que não significam uma vivência autêntica. E as religiões correspondem a uma combinatória de hipóteses propostas por um catálogo de experiências lúdicas do sagrado. O dia-a dia de cada um de nós tem afinal muito pouco de religioso.

Público / 20050427

Domingues , (Frei) Bento

A coexistência, na mesma pessoa ou em grupos de pessoas, da prática científica e da prática religiosa mostra que o mesmo ser humano pode viver questões científicas, metafísicas, estéticas e religiosas. A sabedoria consiste em alimentá-las a todas para que todas sirvam uma existência pluridimensional

Público / 20040725

Poiares Maduro , Miguel

Culpabilizar as religiões por aquilo que alguns fundamentalistas fizeram (ou fazem) em seu nome é tão ridículo como culpabilizar a filosofia pelo uso que alguns fizeram (ou fazem) das ideias de certos filósofos

Diário de Notícias / 20040414

Domingues , (Frei) Bento

A nossa época é testemunha de grandes mutações do sagrado.(...) As crenças só parecem legítimas na medida em que se afiguram úteis ao indivíduo.

Público / 20031109
<< >>
 

Facebook

© Copyright 2003-2019 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE