Jean de La Bruyère

França
16 Ago 1645 // 10 Mai 1696
Escritor, Moralista

95 Citações

>>

Ser-se livre não é nada fazer, é ser-se o único árbitro daquilo que se faz ou daquilo que se não faz.
Para o homem, apenas há três acontecimentos: nascer, viver e morrer. Ele não sente o nascer, sofre ao morrer e esquece-se de viver.
O interior das famílias é muitas vezes perturbado por desconfianças, ciúmes e antipatias, e enganam-nos as aparências de satisfação, calma e cordialidade, fazendo-nos supor uma paz que não existe; poucas há que ganham em ser aprofundadas.

Os Caracteres
As crianças não têm passado, nem futuro, e coisa que nunca nos acontece, gozam o presente.
Até mesmo os homens honestos precisam de patifes à sua volta. Existem coisas que não se podem pedir às pessoas honestas para fazerem.
O homem que diz não ter nascido feliz, podia ao menos vir a sê-lo mediante a felicidade dos amigos e parentes. A inveja priva-o deste ultimo recurso.
Uma mulher insensível é aquela que ainda não encontrou aquele a quem deve amar.
É mais vulgar ver um amor absoluto do que uma amizade perfeita.
O escravo apenas tem um senhor, o ambicioso tem tantos quantos lhe puderem ser úteis para vencer.
O homem que vive na indiferença, é aquele que ainda não viu a mulher que deve amar.
>>
 

Facebook

.
© Copyright 2003-2017 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE