Textos Budistas

72 Citações

>>

Mesmo o homem de bem prova maus dias enquanto as suas boas acções não produzirem frutos; mas quando amadurecerem as suas boas acções, então provará dias felizes.

Máximas do Dhammapada
Os desejos humanos são infindáveis. São como a sede de um homem que bebe água salgada, não se satisfaz e a sua sede apenas aumenta.

Sutra Vaipulya
Diz um antigo provérbio: censuram quem se mantém calado; censuram quem fala muito; censuram quem fala pouco, neste mundo ninguém está livre de censuras.

Máximas do Dhammapada, 227
O homem que pouco aprendeu, envelhece como um boi: com muita carne e nenhum conhecimento.

Máximas do Dhammapada
Assim como, em verdade, a terra recebe com serenidade tudo, puro e impuro, que se atira sobre ela, assim também aceitarás com serenidade tanto a alegria como a tristeza - se pretendes atingir a sabedoria.

Suta-Pitaca; Buda-Vasna
Há uma ferrugem pior do que todas: chama-se ignorância.

Máximas do Dhammapada, 243
O nosso próprio eu é o mais difícil de dominar.

Máximas do Dhammapada
A melhor oração é a paciência.

Buda
Devido à sua ambição e egoísmo, o homem faz da sua vida um verdadeiro naufrágio.

Attaka Jara Sutta
A tempestade arranca a árvore solitária.

Máximas dos Játacas, 74
Quando a alegria se torna tristeza e o bem estar infortúnio, as almas pacientes extrairão prazer mesmo da dor.

Máximas dos Játacas, 303
Nem o veneno mortal nem a espada aguçada são tão fatais como a palavra maldosa.

Máximas dos Játacas, 331
É bom domesticar a mente que, de difícil domínio, e veloz, corre para onde lhe agrada; a mente domesticada traz felicidade.

Máximas do Dhammapada, 35
As tarefas adiadas com alegria são por fim feitas com lágrimas.

Máximas dos Játacas, 71
A causa do sofrimento humano encontra-se, sem dúvida, nos desejos do corpo físico e nas ilusões das paixões mundanas.

Dharma, Vinaya
Quando impera a concórdia entre os pássaros, eles destroem a armadilha; quando entre eles vinga a discórdia, caem presa da armadilha.

Máximas dos Játacas, 33
Mais glorioso não é quem vence em batalhas milhares de homens, mas sim quem a si mesmo vence.

Dhammapada, 103
Não importunes um homem cuja amizade prezas, pois o mendigares dele te desacreditaria no seu conceito.

Máximas dos Játacas, 253
Os puros ou impuros erguem-se e caem pelos seus próprios actos; ninguém se purifica através de outrem.

Máximas do Dhammapada
Dá alimento a um gato, e logo aparece um segundo.

Máximas dos Játacas, 137
>>
 

Facebook

© Copyright 2003-2019 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE