Alexandre Dumas (filho)

França
27 Jul 1824 // 27 Nov 1895
Escritor

27 Citações

>>

O que as grandes e puras afeições têm de bom é que depois da felicidade de as ter sentido, resta ainda a felicidade de recordá-las.
Dêem dinheiro, não emprestem. Dar só faz ingratos, emprestar faz inimigos.
A mulher - é o anjo e o diabo num só corpo.
Nunca discuta, não convencerá ninguém. As opiniões são como os pregos; quanto mais se martelam, mais se enterram.
Como é possível que, sendo as criancinhas tão inteligentes, a maioria das pessoas sejam tão tolas? A educação deve ter algo a ver com isso!
O dever é aquilo que exigimos dos outros.
Negócios? Muito simples: é o dinheiro dos outros.
Uma vez mãe, se não fores mãe antes de tudo, estás perdida.
Deus criou, provavelmente, os imbecis para os inteligentes lamentarem menos a vida.
Tudo o que pode substituir-se com facilidade pode ser abandonado mais facilmente ainda.
Não estimes o dinheiro nem mais, nem menos do que ele vale: é um bom servidor e um péssimo amo.
O dinheiro é o único poder que nunca se discute.
O perdão é o que há de maior, de divino no homem.
A vida é o último hábito que se deve perder, porque foi o primeiro que se tomou.
Deus, na sua divina providência, não deu barba às mulheres, pois que lhes seria impossível estar caladas enquanto as barbeassem.
Acautela-te das mulheres até aos vinte anos, e afasta-te delas depois dos quarenta.
A glória é, algumas vezes, uma cortesã de más companhias que ataca, na passagem, gente que não pensava nela.
A glória pela glória é uma especulação reles. Os homens felizes pela sua celebridade são ingénuos; os homens soberbos pelo seu génio são tolos.
Não é triste o ser velho; mas o não ser já novo.
A morte é o único caso em que é permitido a um homem passar adiante de uma mulher.
>>
 

Facebook

© Copyright 2003-2019 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE