Bill Gates

Estados Unidos
n. 28 Out 1955
Filantropo / Magnata / Autor

45 Citações

>>

Eu não sou um mestre... sou um aprendiz.

The Road Ahead (1995)
É isto o capitalismo. Criamos um produto chamado Windows. Quem decide o que está no Windows. São os clientes que compram o Windows.

Wall Street Journal (Outubro 1997)
Eu sou um grande crente de que qualquer ferramenta que melhore a comunicação tem efeitos profundos na forma como as pessoas aprendem umas com as outras, e como é que podem atingir o tipo de liberdades em que estão interessadas.
As relações estreitas que formamos entre os investigadores e os grupos dos produtos já nos mostraram que podemos mover as grandes ideias, conforme elas aparecem, sem um cronograma, para dentro dos produtos.

Net News (Agosto 1997)
Uma coisa que sempre adorei na cultura da Microsoft é que não há ninguém que seja mais duro connosco, em termos do que precisamos de aprender e de fazer melhor, do que as pessoas que estão aqui na empresa. Podes andar por estas salas, e vais ouvir 'Precisamos de ter uma usabilidade maior, temos que forçar esta ou aquela fronteira'.
A discriminação tem várias camadas que torna difícil às minorias sobressairem.
A primeira regra de qualquer tecnologia utilizada num negócio é que a automação aplicada a uma operação eficiente vai aumentar a eficiência. A segunda é que a automação aplicada a uma operação ineficiente vai aumentar a ineficiência.
Tirem-nos as vinte pessoas mais importantes, e eu digo-vos que a Microsoft iria tornar-se numa empresa sem importância.

Fortune (Novembro 1996)
Na era digital precisas de criar trabalhadores do conhecimento a partir de todos os funcionários possíveis.

Business@the Speed of Thought (1999)
Eu penso que as grandes organizações têm uma tendência real para bloquear a circulação de más notícias dentro da organização. As pessoas não sabem como lidar com isso. Se se encarar com normalidade que as más notícias vêm lá de fora, e que toda a gente fala sobre isso de forma aberta, eu acho que é realmente fundamental.

Discurso, Microsoft's Second Annual C.E.O. Summit, Seattle, Washington (Maio 1998)
A Microsoft está sempre apenas a dois anos de fracassar.

Citado em Goldfinger (Robert Heller; 1998)
É bom celebrar o sucesso mas é mais importante ter em conta as lições do fracasso.
Microsoft não se trata de ganância. Trata-se de inovação e equidade.
Na Microsoft existem muitas idéias brilhantes, mas a imagem é que todas elas vêm de cima, contudo isso não é verdade.
A inovação no software, como em quase todos os outros tipos de inovação, requer a capacidade de colaborar e partilhar ideias com outras pessoas, e sentar e falar com os clientes, obter os seus comentários e perceber as suas necessidades.
A liderança com paixão não será bem sucedida se der sinais contraditórios para fora.

Discurso (Setembro 1996)
Quem quer fazer parte do sistema? Céus, eles estão aqui para ser derrubados, é assim que o mundo funciona. Os jovens estabelecem uma nova forma de ver as coisas.
Se os anos 1980s eram sobre qualidade, e os 1990s sobre reengenharia, os anos 2000s serão sobre velocidade.

Business@the Speed of Thought (1999)
Todos nós precisamos de pessoas que nos dêem feed-back. É assim que melhoramos.
O mundo não está a mudar porque os operadores de computador substituiram os dactilógrafos, mas porque a luta humana para sobreviver e prosperar depende agora de uma fonte de riqueza inteiramente nova. É a informação, o conhecimento aplicado ao trabalho para criar valor.

Discurso, Manhattan Institute, Nova Iorque (Dezembro 1998)
>>
 

Facebook

© Copyright 2003-2019 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE