Jorge Luis Borges

Argentina
24 Ago 1899 // 14 Jul 1986
Escritor/Poeta/Ensaísta

44 Citações

>>

Parece-me fácil viver sem ódio, coisa que nunca senti. Mas viver sem amor acho impossível.
As ditaduras fomentam a opressão, as ditaduras fomentam o servilismo, as ditaduras fomentam a crueldade; mas o mais abominável é que elas fomentam a idiotia.
Por vezes à noite há um rosto
Que nos olha do fundo de um espelho
E a arte deve ser como esse espelho
Que nos mostra o nosso próprio rosto.

Arte Poética
Não odeies o teu inimigo, porque, se o fazes, és de algum modo o seu escravo. O teu ódio nunca será melhor do que a tua paz.

Elogio da Sombra
O livro é uma extensão da memória e da imaginação.
O livro é a grande memória dos séculos... se os livros desaparecessem, desapareceria a história e, seguramente, o homem.
O tempo não existe. É apenas uma convenção.
Fica-se enamorado quando se dá conta de que a outra pessoa é única.
O tempo é a substância de que sou feito.
Chega-se a ser grande por aquilo que se lê e não por aquilo que se escreve.
Todas as coisas do mundo conduzem a um encontro ou a um livro.
Não há prazer mais complexo que o do pensamento.

O Imortal
Quem contempla desapaixonadamente, não contempla.
São poucos os políticos que sabem fazer política. Mas, quando um intelectual tenta entrar nesse meio, então é o fim do mundo.
Sem leitura não se pode escrever. Tão-pouco sem emoção, pois a literatura não é, certamente, um jogo de palavras. É muito mais. Eu diria que a literatura existe através da linguagem, ou melhor, apesar da linguagem.
É preciso ter cuidado ao escolher os inimigos, porque acabamos por nos parecer com eles.

Dar

Dá o santo aos cães, atira as tuas pérolas aos porcos; o que importa é dar.
Sempre imaginei que o paraíso será uma espécie de biblioteca.
A meta é o esquecimento. Eu cheguei antes.
A única coisa sem mistério é a felicidade porque ela se justifica por si só.
>>
 

Facebook

© Copyright 2003-2019 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE