Mário Soares

Portugal
n. 7 Dez 1924
Político/Estadista

22 Citações

>>

A crise é um facto dinâmico e populista e em toda a Europa. A solidariedade europeia, elemento fundamental da União, desapareceu. Os dois partidos políticos que construíram a Europa foram os social-democratas, socialistas e trabalhistas e também os democratas-cristãos. Hoje só há populistas. Embora se intitulem social-democratas e democratas-cristãos. O populismo venceu, destruindo os Estados em favor dos mercados.

Jornal i, 17 Abr 2014
Nunca tive a intenção de ter uma luta com o PCP. Pelo contrário. Sempre pensei que seria possível fazermos uma frente de esquerda. Mas quando me apercebi que o plano do PCP era "comer" o PS, isso não.

Visão, 30 Mai 2013
Gostava que os partidos de esquerda se entendessem, mas não quero pedir tanto... Talvez um dia seja possível. Lembro uma coisa: os social-democratas e os comunistas alemães passavam a vida a discordar e a discutir quando apareceu o Hitler. Acabaram todos em campos de concentração. Temos de pensar nisso.

Visão, 30 Mai 2013
Um governo que não fala com o Povo que o elegeu - nem pode sair à rua sem ser vaiado - não tem legitimidade. Ou então é porque já não estamos em Democracia.

Jornal i, 28 Mai 2013
Em Portugal toda a gente queria acabar com a guerra. E acabou-se. Como agora toda a gente quer que o neo-liberalismo e os mercados a mandar nos Estados desapareçam. Porque a crise do euro não é só financeira e económica é também social, política, ética e ambiental. O neo-liberalismo, a ideologia que provocou a crise, contra as pessoas e em favor do dinheiro, está moribunda e não vai poder perdurar muito.

Jornal i, 28 Mai 2013
Os Estados não se avaliam pelo dinheiro que têm, mas sim pela sua história e pela sua gente. Nesse sentido, Portugal não pode ser considerado um País pobre, bem pelo contrário.

Jornal i, 13 Abr 2013
Há uma vertente ideológica que facilitou a crise: foi o neo-liberalismo, responsável pela economia virtual, pela globalização desregulada e sem ética, pela idolatria dos mercados usurários - que vivem dos paraísos fiscais, que deviam ser ilegalizados - e que hoje mandam nos Estados. Mas à ideologia neo-liberal vai acontecer o mesmo que ao comunismo.

Diário de Notícias, 4 Nov 2012
Nunca li discursos feitos pelos outros. Escrevi-os todos.

Visão, 3 Jul 2003
A democracia está efectivamente em crise, por múltiplas razões. Entre elas, porque os Estados nacionais estão a ser corroídos nos seus poderes tradicionais pela globalização económica e suas consequências.

Expresso, 9 Abr 2004
Tem de haver mais igualdade na educação, mais igualdade entre as pessoas - e entre os Estados da União - mais respeito por quem trabalha e pelas pessoas que passam mal, andam na rua e têm fome, como está a acontecer. O Estado Social foi um esforço que se fez depois do 25 de Abril e durante as crises anteriores e posteriores. Agora querem acabar com ele porque dizem que não há dinheiro? Mas dinheiro há sempre. Faz-se e se for preciso vai-se buscar onde existe...

Expresso, 5 Mai 2012
>>
 

Facebook

Inspirações

Iluminar a Vida

© Copyright 2003-2017 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE