Agarra o Agora

por: Gustavo Santos
Portugal
n. 27 Mai 1977
Life Coach

20 Citações

>>

Uma pessoa que não se ama dá um trabalho do caraças. Não se entrega, sente pela metade, duvida, cobra, culpa, desconfia e ainda se vitima. Repito, alguém no seu perfeito juízo escolhe esse padrão de pessoa para se relacionar?
A dor do futuro é o sofrer por antecipação, de todas as dores a mais ridícula.
Quanto mais dependeres do destino e mais te relacionares com gente dependente do destino, mais longe te encontras de sentir, da entrega e da vida na verdadeira aceção da palavra. Quanto mais do pior, menos do melhor. O teu destino é aquilo que tu pensas, aquilo que tu desejas para ti e te permites sentir, mas também pode ser aquilo que nunca ou jamais acreditarás vir a conquistar ou a sentir.
A maior parte da ansiedade que sentes é devida a uma mente obstruída por problemas, incapaz de te obedecer e com uma capacidade tremenda de inventar cenários sombrios.
O futuro existe, sim, mas na nossa mente. Em mais lado nenhum. Como tal, e como em todos os outros tempos, devemos estar atentos à forma como ele nos Mente, Manipula e Maltrata, por forma a minimizarmos os estragos que, naturalmente, irão existir.
Um presente poderoso é a soma de várias consciências. Escolhe as pessoas certas para caminharem contigo e expulsa as que te limitam, aprende a amar-te para que te consigas desprender do ego e permite que a paixão tome conta de ti, para que te possas libertar da rotina.
Todas as armadilhas do presente são escolhidas por ti, és tu que lhes dás esse significado e lhes prestas tamanha vassalagem, portanto, és tu o único e verdadeiro responsável por cair nelas, por te afundares numa profunda miséria emocional e por deixares de sentir o que verdadeiramente pode e deve ser sentido.
Se é a tua vida tens de ser tu a querer o melhor para ela e muito passa pelas pessoas que estão ou podem estar ao teu lado. Qualquer tipo de relação que tenhas só faz sentido se ganhares alguma coisa com ela, mas alguma coisa boa e que se sinta, senão não é uma relação, é uma obrigação.
A dor do presente é uma confluência de desilusões e ansiedades, de bloqueios e de medos, de tudo o que aconteceu ou ficou por acontecer e de tudo o que poderá acontecer ou nunca existir.
A mente serve para filtrar o coração, não para o aprisionar, mas também nos serve, e bem, se estiver apontada para a criatividade e domesticada para nos permitir sentir.
>>
 

Facebook

© Copyright 2003-2019 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE