Crepúsculo dos Ídolos

por: Friedrich Wilhelm Nietzsche
Alemanha
15 Out 1844 // 25 Ago 1900
Filósofo

25 Citações

>>

Quão pouco é preciso para ser feliz! O som de uma gaita. - Sem música a vida seria um erro.
Da escola de guerra da vida - o que não me mata, fortalece-me.
Ajuda-te a ti mesmo: então todos os outros te ajudarão. Princípio do amor ao próximo.
Há muitas coisas que quero, de uma vez por todas, não saber. A sensatez estabelece limites mesmo ao conhecimento.
Mesmo o mais corajoso de nós só raras vezes tem a coragem de afirmar aquilo que ele propriamente «sabe»...
A moral não passa de uma interpretação - ou mais exactamente de uma falsa interpretação - de certos fenómenos.
Raras vezes se incorre numa só precipitação. Na primeira vai-se sempre longe de mais. Precisamente por isso se costuma incorrer logo numa segunda - e desta vez fica-se demasiado perto....
O aforismo, a sentença, nos quais pela primeira vez sou mestre entre os alemães, são formas de «eternidade»: a minha ambição é dizer em dez frases o que outro qualquer diz num livro -, o que outro qualquer «não» diz nem num livro inteiro...
Há casos em que nós, os psicólogos, nos portamos como cavalos, e nos inquietamos: vemos a nossa própria sombra oscilar para cima e para baixo diante de nós. O psicólogo se quer ver algo tem que afastar a vista de «si».
Quando a mulher tem virtudes masculinas é de fugir-se-lhe; e quando não tem virtudes masculinas é ela mesma quem foge.
>>
 

Facebook

© Copyright 2003-2019 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE