O Caminho

por: Gustavo Santos
Portugal
n. 27 Mai 1977
Life Coach

68 Citações

>>

É quando estamos equilibrados que o mundo nos parece mesmo redondo, sem bicos nem escamas, e que as pessoas nos parecem mesmo humanas onde o erro e a imperfeição fazem parte de um todo tão natural como a superação e a bondade.
Não há caminho que resista sem momentos de celebração. São eles o tónico para mantermos um ritmo consistente de passada e o foco onde queremos chegar. (...) Celebrar é caminhar.
A idade da nossa consciência simplifica muitas coisas e atalha sobretudo a dor. Ainda bem. Que nunca deixemos morrer a criança interior que mora em nós.
É incrível como, sendo a mesma pessoa, nos tornamos pessoas tão opostas se escolhermos dar predominâncias diferentes ao pensar ou ao sentir.
Quando amas, aprendes a deixar ir e depois apercebes-te que o verdadeiro amor também passa por isso mesmo.
Muitas vezes a antecipação da dor é muito mais dolorosa que a vivência da mesma no momento em que ela está a acontecer.
É isto o amor. É preciso saber vivê-lo e depois saber doá-lo. Quem o quer exclusivamente para si não sente amor, mas posse, e o amor não se consegue possuir. É impossível. Ele é livre como uma andorinha e quem o quiser agarrar nunca saberá o que ele é.
Todas as respostas acabam por ser simples quando temos a habilidade de nos desobstruir dos pensamentos. Sempre que sentimos, a sabedoria maior flui, os reencontros sucedem-se e os maiores segredos são revelados.
Este é um dos mais valiosos passos do meu caminho: acreditar que nada morre, mesmo que desapareça da vista, e que nada se aparta do coração se nos mantivermos ligados à essência.
Uma pessoa que saiba que vai morrer sabe que tem de viver. Esse é, aliás, um dos grandes desafios da humanidade. Ter a consciência do fim, para que todos os momentos sejam o princípio de alguma coisa e todos sabemos como tudo é sempre mais saboroso no início seja do que for.
>>
 

Facebook

© Copyright 2003-2018 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE