Perto do Coração Selvagem

por: Clarice Lispector
Brasil
10 Dez 1920 // 9 Dez 1977
Escritora

38 Citações

>>

Mais uma vez ou duas na vida - talvez num fim de tarde, num instante de amor, no momento de morrer - teria sublime inconsciência criadora, a intuição aguda e cega de que era realmente imortal para todo o sempre.
Há certo instante na alegria de poder que ultrapassa o próprio medo da morte. Duas pessoas que vivem juntas procuram talvez atingir esse instante.
Mesmo os grandes homens só são verdadeiramente reconhecidos e homenageados depois de mortos. Porquê? Porque os que elogiam precisam se sentir de algum modo superior ao elogiado, precisam conceder.
A ideia da existência de um Deus consciente nos torna horrivelmente insatisfeitos.
A perfeição de Deus prova-se mais na impossibilidade do milagre do que na sua possibilidade. Fazer milagres, para um Deus humanizado das religiões, é ser injusto — milhares de pessoas precisam igualmente e ao mesmo tempo desse milagre.
A tragédia moderna é a procura vã de adaptação do homem ao estado de coisas que ele criou.
Não é o grau que separa a inteligência do génio, mas a qualidade. O génio não é tanto uma questão de poder intelectivo, mas da forma por que se apresenta essa poder. Pode-se assim ser facilmente mais inteligente que um génio. Mas o génio é ele.
É necessário certo grau de cegueira para poder enxergar determinadas coisas. É essa talvez a marca do artista. Qualquer homem pode saber mais do que ele e raciocinar com segurança, segundo a verdade. Mas exactamente aquelas coisas escapam à luz acesa. Na escuridão tornam-se forforescentes.
A poesia dos poetas que sofreram é doce, terna. E a dos outros, dos que de nada foram privados, é ardente, sofredora e rebelde.
O doente imagina o mundo e o são o possui. (…) O doente pensa que não pode apenas pela sua doença e o forte sente inútil sua força.
>>
 

Facebook

Inspirações

A Vida Real

© Copyright 2003-2019 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE