Luís Vaz de Camões

Portugal
1524 // 10 Jun 1580
Poeta

23 Citações

>>

Corre suave e brando / Com tuas claras águas, / Saídas de meus olhos, doce Tejo.
Antes que o Sol dê no céu uma volta / Se pode melhorar minha ventura.
E dir-vos-ei das aves larga história.
As vãs querelas, brandas e amorosas, / Sejam de vós tratadas brandamente.
Pois pera ti os bens todos nasceram.
Fermosos olhos, ande a gente e ande, / Que nunca vos ireis desta alma minha, / Por mais que o Tempo corra e a Morte o mande.
Que assim é pera mim tua luz pura / Claro sol, e, ausente, noite escura.
Oh! forçoso vigor do pensamento, / Que pode noutra cousa estar mudando / A forma, a vida, o siso, o entendimento!

Mar

Quantas vezes as ondas se encreparam / Com meus suspiros! Quantas com meu pranto / Se pararam com mágoa, e me escutaram!
Sois claro raio, sois ardente chama.
>>
 

Facebook

Inspirações

Quase Sem o Saber

© Copyright 2003-2019 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE