Francisco Sá Carneiro

Portugal
19 Jul 1934 // 4 Dez 1980
Advogado/Político/Estadista

17 Citações

>>

Quando tenho um minuto faço como o Mário Soares: vou ver galerias de pintura.
Dizem que sou intratável, instável, já sei tudo o que se disse. O que é que quer que eu faça? O que eu sou é directo! E determinado.
Não falo de mim! Para quê definir-me? O que interessa é viver a vida, estar atento e poder satisfazer a curiosidade, fazer coisas.
Se eu fosse um bicho, seria um elefante.
O que me cansa, o me irrita mesmo, são as desorganizações, o não se cumprirem os horários marcados, os imprevistos que não me é possível controlar.
Por mim, limito-me a não injuriar ou atacar. A explicar apenas que estas eleições são o julgamento daquilo que os nossos adversários fizeram nos últimos anos.
Os problemas económicos são os que mais nos preocupam: o custo de vida, o desemprego, o bem-estar das pessoas. E também a eficácia administrativa, a organização do Estado no sentido da ordem democrática.
O meu sentimento? Define-se numa palavra: responsabilidade.
Gosto demasiado da política para me candidatar à Presidência da República. Sou estruturalmente antipresidencialista e sempre entendi que, em democracia, a política deve ter no Parlamento a sua razão e o seu objectivo.
Dou-me muito bem com os jornalistas! Nem sequer é verdade que não gosto deles! O que não tenho é paciência para repetir coisas óbvias, fazer propaganda, falar de mim.
>>
 

Facebook

.
© Copyright 2003-2017 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE