Manuel Maria Barbosa du Bocage

Portugal
15 Set 1765 // 21 Dez 1805
Poeta

Por entre a chuva de mortais peloiros
A nua fronte enriquecer de loiros
Eu procuro, eu desejo,
Para teus mimos desfrutar sem pejo,
Pois quem deste esplendor se não guarnece,
Não é digno de ti, não te merece.

Canção - O Adeus

Citação em Imagem

Por entre a chuva de mortais peloiros <br />
 A nua fronte enriquecer de loiros <br />
 Eu procuro, eu desejo, <br />
 Para teus mimos desfrutar sem pejo, <br />
 Pois quem deste esplendor se não guarnece, <br />
 Não é digno de ti, não te merece. - Manuel Maria Barbosa du Bocage - Frases




Facebook

© Copyright 2003-2019 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE