Um isótopo do xénon tem a meia-vida mais longa do Universo

São muitos zeros: o isótopo xénon-124 tem uma meia-vida de 18.000.000.000.000.000.000.000 de anos, o tempo que a sua massa leva a desintegrar-se para metade....

read more...

Share |

Published By: Público - Ciências - Thursday, 25 April