Jaime Rocha

Portugal
n. 7 Abr 1949
Poeta/Escritor/Jornalista

10

A nuvem anuncia a secura das casas.
Um homem desloca-se devagar,
atravessa uma plantação de café em
silêncio, como as aves da noite. A sua fome
é igual à dos pássaros que reflectem no espelho
uma máscara de dor. Quando o homem desperta
dessa travessia apenas encontra um rolo de tabaco
velho e um machado quebrado em cima de uma
mesa. E não volta nunca mais a esse lugar.

Jaime Rocha, in 'Do Extermínio'




Outros Poemas de Jaime Rocha:

Facebook

© Copyright 2003-2019 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE