Agostinho da Cruz

Portugal
1540 // 1619
Frade/Poeta

8 Poemas



Perdi-me Dentro em Mim (1)

Perdi-me dentro em mim, como em deserto,/ Minha alma está metida em labirinto,/ Contino contradigo o que consinto,/ Cem mil discursos faço, em nada acerto./ / Vejo seguro o dano, o bem incerto;/ Comi...

Da Emenda (2)

Concluido me tendo a mi comigo/ De deixar o caminho que levava,/ Vendo com razões claras quanto errava/ Em não me desviar do mais antigo./ / Pois no trabalho seu, no mor perigo,/ Meu amigo consigo a ...

Do Fim de qualquer Mal (3)

Do fim de qualquer mal, que me persegue,/ O principio de outro se me apega,/ Porque quando um de mim se desapega,/ Outro no mesmo instante se me apegue./ / Assi do que se acaba outro se segue,/ E àqu...

Ao Pecado Original (4)

Se sendo, meu Senhor, por vós formado/ Adão, antes de ser o mal nascido,/ Pecou, que fará quem foi concebido/ Nas entranhas, que já tinham pecado?/ / Comer de um fruito só lhe foi vedado,/ Tudo o mai...

Da Oração (5)

Doce quietação de quem vos ama,/ Em serviços, Senhor, que tanto quanto/ Amado sois, tão longe o fim de tanto,/ Subindo mais, e mais, mais se derrama:/ / Ardendo por arder em viva chama/ De amor do vo...

À Morte (6)

Os correos da morte são chegados,/ Por caminhos antigos, impedidos,/ Mal com meus olhos, mal com meus ouvidos,/ Mal com meus pés, do chão mal levantados./ / E mal, por não chorar bem meus pecados,/ Q...

Os Versos, que Cantei Importunado (7)

Os versos, que cantei importunado/ Da mocidade cega a quem seguia,/ Queimei (como vergonha me pedia)/ Chorando, por haver tão mal cantado./ / Se nestes não ficar tão desculpado/ Quanto mais alto esti...

Os Olhos Meus dali Dependurados (8)

Os olhos meus dali dependurados,/ Pergunto ao mar, às ondas, aos penedos/ Como, quando, por quem foram criados?/ / Respondem-me em segredo, mil segredos,/ Cujas letras primeiras vou cortando/ Nos pés...


Facebook

© Copyright 2003-2019 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE