Alfredo Guisado

Portugal
30 Out 1891 // 2 Dez 1975
Poeta/Jornalista

6 Poemas



Outrora (1)

Outrora alguém olhou com os meus olhos/ E alguém sentiu também com meus sentidos./ Alguém foi Eu em sonhos derruídos,/ Alguém viveu de mim ante os teus olhos./ / Por isso se me vejo, me conheço/ De m...

Ante a Paisagem (2)

Eu fujo da Paisagem. Tenho medo./ Os pinheirais são em marfim bordados./ Sou paisagem-cetim num olhar quedo,/ Oiro louco sonhando cortinados./ / Fujo de mim porque já sou Paisagem./ Procura-me Satã n...

Ela no meu Olhar (3)

Os meus olhos são Índias de segredos./ É Portugal seu Corpo esguio e brando./ E as cinco quinas, seus compridos dedos/ Em suas mãos, bandeiras tremulando./ / Seus gestos lembram lanças. E ela passa.....

Ela, em meu Sonho (4)

Ela vivia num palácio mouro.../ Nas harpas, os seus dedos a espreitarem/ como pajens curiosos, a afastarem/ os cortinados todos fios de ouro./ / As suas mãos, tão leves como as aves,/ ora fugiam voli...

Elogio da Desconhecida (5)

Ela. Seus braços vencidos,/ Naus em procura do mar,/ Caminhos brancos, compridos,/ Que conduzem ao luar./ / Se ao meu pescoço os enrola/ Eu julgo, com alegria,/ Que trago ao pescoço o dia/ Como se fo...

Ante Deus (6)

Quando te vi eu fui o teu voar/ E desci Deus pra me encontrar em mim./ Voei-me sobre pontes de marfim/ E uma das pontes, Deus, em meu olhar!/ / Aureolei-me de oiro em sombra fria/ E meus voos caíram ...


Facebook

© Copyright 2003-2017 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE