António Maria Lisboa

Portugal
1928 // 1953
Poeta

7 Poemas



Z (1)

As formas, as sombras, a luz que descobre a noite/ e um pequeno pássaro/ / e depois longo tempo eu te perdi de vista/ meus braços são dois espaços enormes/ os meus olhos são duas garrafas de vento/ /...

H (2)

Sei que dez anos nos separam de pedras/ e raízes nos ouvidos/ / e ver-te, ó menina do quarto vermelho,/ era ver a tua bondade, o teu olhar terno/ de Borboleta no Infinito/ / e toda essa sucessão de p...

Rêve Oublié (3)

Neste meu hábito surpreendente de te trazer de costas/ neste meu desejo irreflectido de te possuir num trampolim/ nesta minha mania de te dar o que tu gostas/ e depois esquecer-me irremediavelmente d...

Vírgula (4)

Eu menino às onze horas e trinta minutos/ a procurar o dia em que não te fale/ feito de resistências e ameaças — Este mundo/ compreende tanto no meio em que vive/ tanto no que devemos pensar./ / A ex...

Projecto de Sucessão (5)

Para o Mário Henrique/ / Continuar aos saltos até ultrapassar a Lua/ continuar deitado até se destruir a cama/ permanecer de pé até a polícia vir/ permanecer sentado até que o pai morra/ / Arr...

Conjugação (6)

Para o A. Cruzeiro Seixas/ / A construção dos poemas é uma vela aberta ao meio/ e coberta de bolor/ é a suspensão momentânea dum arrepio num dente/ fino/ Como Uma A...

Uma Vida Esquecida (7)

Para o Fernando Alves dos Santos/ / Eu conheço o vidro franja por franja/ meticulosamente/ à porta parado um homem oco/ franja por franja no espaço/ meticulosamente oco uma porta parada./ / Um...


Garantia de Qualidade
O Citador é o maior site de citações, frases, textos e poemas genuínos e devidamente recenseados em língua portuguesa. Desde o ano 2000 que o Citador recolhe counteúdos directamente das fontes bibliográficas, sem recorrer a cópias de outros sites ou contributos duvidosos a partir de terceiros. Tem atenção aos Direitos de Autor.
Pesquisa

Citador em Inglês