Bernardo de Brito

Portugal
1569 // 1617


4 Poemas



A Força desta Nossa Despedida (1)

Não sei em qual se vê mais rigorosa/ a força desta nossa despedida,/ se em mim que sinto já partir a vida,/ se em vós, a quem contemplo tão chorosa,/ / Vós com indícios d'alma piedosa,/ mostrais a do...

Por Mostrar o Poder da Formosura (2)

Por mostrar o poder da formosura,/ que cativo me fez o peito isento,/ desenastrava Sílvia ao fresco vento/ os cabelos sobre uma fonte pura:/ / E vendo ao natural sua figura/ tão bela no cristal húmid...

Amor é um Espírito Invisível (3)

Dizem que fere amor com passadores/ e que traz em matar o pensamento,/ mas eu julgo que tem amor de vento/ quem cuida haver no mundo tais amores./ / Também dizem que o pintam os Pintores/ menino, nu ...

Parto-me desses Olhos Graciosos (4)

Bem pode, Sílvia minha, qualquer serra/ tirar a estes meus olhos sua glória,/ qualquer monte terá de mim vitória,/ qualquer pequeno espaço, enfim, de terra./ / Mas contra um pensamento fazem guerra,/...


Facebook

Inspirações

O Que Está Certo

© Copyright 2003-2019 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE