Carlos Poças Falcão

Portugal
n. 1951

2 Poemas



Dia de Aguaceiros (1)

Dia de aguaceiros. Sei que os jardins/ não são os de Academos. Mas vou pelos passeios/ entre a escrita das chuvadas no saibro e a discreta/ disposição do Logos na murta dos canteiros./ / Dia de ament...

O Riso (2)

Por substituição das emoções a poesia/ recorda uma arte escura: vagares, caligrafia/ da estação que ondula, oscilação de um cálamo/ a meio do branco. A natureza encurva-se,/ o coração assenta de modo...


Facebook

© Copyright 2003-2018 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE