Cassiano Ricardo

Brasil
26 Jul 1894 // 14 Jan 1974
Poeta / Ensaísta / Jornalista

7 Poemas



A Desenterrada (1)

Por entrenoites cúbicas e dados/ brancos cuja sexta face ninguém vê,/ meu pensamento entra no mistério/ em que caminhas brancamente, deitada./ / Rodeado por muitas luas e impelido/ pela minha saudade...

Não Sou o Herói do Dia (2)

Não sou o herói do dia./ A vida me obrigou/ a comparecer, sem convite, ao banquete,/ em que me vejo, agora, erguendo a taça,/ não sei a quem./ Soldado que lutou sem querer, por força/ do original pec...

Visita à Casa Paterna (3)

O flautim do meu sangue soluça/ diante de uma fotografia./ As folhas vestem de perguntas/ verdes o silêncio./ / Ouve-se o musgo caminhar, no muro,/ entre as formigas./ A única coisa quieta/ é a pedra...

Dança em Frente do Sol (4)

Ó deus diurno! Onde/ a manhã universal?/ que os galos anunciam,/ desde o mundo egipcíaco/ até hoje, com o seu/ rubro canto elegíaco?/ / A tua imagem chora/ números. E tem,/ desde a primeira aurora,/ ...

O Desastre (5)

Noite de sofrimento/ mas quieta, sem um grito.../ Saio à janela, e espio/ a solidão selvagem./ / O pássaro do adeus/ gorjeia ao meu ouvido./ É a viagem do meu rosto/ na janela do tempo./ / A lágrima ...

Sob um Guarda-Chuva (6)

I/ / As luzes caíram trémulas, na calçada./ E escorrem líquidas./ / São luzes de todas as cores,/ em pequenos naufrágios sobre o asfalto./ / Se eu pudesse gemer como este vento,/ como diria o poeta.....

O Sangue das Horas (7)

Queixei-me de não ter pão/ e a noite me disse não./ Mostrei-lhe a varanda nua/ e a Noite me trouxe a lua.../ Você tem sede, não é?/ E a Noite me deu café./ / São verdes como a esperança/ as horas em ...


Facebook

Inspirações

Ser Autêntico

© Copyright 2003-2019 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE