Francisco Manuel de Melo

Portugal
23 Nov 1608 // 24 Ago 1666
Escritor/Político/Militar

7 Poemas



Diálogo da Vida e o Tempo (1)

V. Quem chama dentro em mi? - T. O tempo ousado/ V. Entraste sem licença? - T. Tenho-a há muito./ V. Que me queres? - T. Que me ouças. - V. Já te escuto./ T. Prometes de me crer? - V. Fala avisado./ ...

Efeitos de Amor (2)

Mal la ausencia sufriendo,/ Y menos el furor con passo ciego/ Sale Clorinda, ardiendo/ De ira, y de amor en duplicado fuego/ Por templar de dós llamas, que suspira,/ En lagrimas amor, en sangre la ir...

Saudades (3)

Serei eu alguma hora tão ditoso,/ Que os cabelos, que amor laços fazia,/ Por prémio de o esperar, veja algum dia/ Soltos ao brando vento buliçoso?/ / Verei os olhos, donde o sol formoso/ As portas da...

Mundo Incerto (4)

Eis aqui mil caminhos: Porventura/ Qual destes leva a gente ao povoado?/ Todos vão sós: só este vai trilhado;/ Mas se, por ser trilhado, me assegura?/ / Não: que desd'o princípio há que lhe dura/ Do ...

Metáfora da Ambição (5)

Vivia aquele Freixo no alto monte,/ Verde e robusto: apenas o tocava/ O brando vento, apenas o deixava/ De abraçar pelos pés aquela fonte./ / Tão soberbo despois levanta a fronte,/ Como o Pavão, do b...

Mas adonde Irei Eu (6)

Mas adonde irei eu, que este não seja,/ Se a causa deste ser levo comigo?/ E se eu próprio me perco, e me persigo,/ Quem será que me poupe ou que me reja?/ / Porque me hei-de queixar do Tempo e Inve...

Pois se para os Amar não Foram Feitos (7)

Pois se para os amar não foram feitos,/ Senhor, aqueles olhos soberanos,/ Porque, por tantos modos, mais que humanos,/ Pintando os estivestes tão perfeitos?/ / Se tais palavras e se tais conceitos,/ ...


Facebook

.
© Copyright 2003-2017 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE