Glória de Sant'Anna

Portugal
26 Mai 1925 // 2 Jun 2009
Poeta

4 Poemas



Afirmação (1)

A essência das coisas é senti-las/ tão densas e tão claras,/ que não possam conter-se por completo/ nas palavras./ / A essência das coisas é nutri-las/ tão de alegria e mágoa,/ que o silêncio se ajus...

Bramido (2)

ao Eduardo White/ / em quantas dimensões alastram/ essas tuas palavras/ / com que buscas/ afinal só ternura/ / a ternura de ser/ / o sorriso/ a lágrima/ a angústia/ / Glória de Sant'Anna, i...

Poema Agreste (3)

Não sei por que buscas palavras longas/ para as coisas breves que nos assombram./ / Não sei por que teces teias enormes/ para as incertezas que nos envolvem./ / Não sei por que insistes. Não sei porq...

Recado (4)

Se eu morrer longe/ sepulta-me no mar/ dentro das algas ignorantes/ e lúcidas./ / Cobre o meu rosto de palavras/ antigas/ e de música./ / Deixa em meus dedos/ a memória mais recente/ de outras coisas...


Facebook

.
© Copyright 2003-2017 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE