Joaquim Namorado

Portugal
30 Jun 1914 // 29 Dez 1986
Poeta

5 Poemas



Aviso à Navegação (1)

Alto lá!/ Aviso à navegação!/ Eu não morri:/ Estou aqui/ na ilha sem nome,/ sem latitude nem longitude,/ perdida nos mapas,/ perdida no mar Tenebroso!/ / Sim, eu,/ o perigo para a navegação!/ o dos s...

Edital (2)

Foi afixado/ nos locais do costume/ que É PROIBIDO MENDIGAR./ / Logo mão que se descobre/ escreveu a tinta por baixo/ MAS NÃO É PROIBIDO SER POBRE./ / Joaquim Namorado, in A Poesia Necessária

Fábrica (3)

Oh, a poesia de tudo o que é geométrico/ e perfeito,/ a beleza nova dos maquinismos,/ a força secreta das peças/ sob o contacto liso e frio dos metais,/ a segura confiança/ / do saber-se que é assim ...

Sonambulismo (4)

Tombam os dias inúteis:/ amanhece, é tarde, anoitece./ Mas a nós que nos importa/ ser manhã, meio dia ou noite?!.../ Sonâmbula a vida decorre/ - nas ruas, a paz larvar dos grandes cemitérios;/ dentro...

Portwine (5)

O Douro é um rio de vinho/ que tem a foz em Liverpool e em Londres/ e em Nova-York e no Rio e em Buenos Aires:/ quando chega ao mar vai nos navios,/ cria seus lodos em garrafeiras velhas,/ desemboca ...


Facebook

.
© Copyright 2003-2017 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE