Jorge Reis-Sá

Portugal
n. 9 Abr 1977
Poeta/Escritor

6 Poemas



Pai, a Minha Sombra és Tu (1)

a cadeira está vazia, um corpo ausente/ não aquece a madeira que lhe dá forma/ / e não ouço o recado que me quiseste dar/ nem a tua voz forte que grita meninos/ na hora de acordar/ ouço o teu ...

Sabes, Pai (2)

sabes, pai/ / o cachecol bege nos muros da foz/ cobria as árvores com o seu pêlo, ao vento/ o boné azul, marinheiro nos cabelos louros/ sussurrava pequenas frases às silentes águas/ o teu sorriso tão...

Digo que Te Amo (3)

digo que te amo/ sorris e eu amo, digo que te quero/ sorris e eu quero, dizes em sonhos/ / em sonhos que já tive, onde desejei ser céu sol e/ estrelas para que te pudesse olhar eternamente/ / Jorg...

Dois Amantes, o Mundo (4)

dois amantes, o mundo/ cada um no seu reino, beijam-se nas praias/ quando as ondas batem as areias/ / o mar é o meu navio,/ hoje naufrago feliz/ / sabes quem sou, as dunas/ que se levantam com o vent...

Escrevo como quem Quer Ser Escrito (5)

escrevo como quem quer ser escrito/ / uma árvore ou uma pena no centro da frase/ um espelho branco onde observo a palavra/ / e dos seus troncos brotam folhas, letras/ inundações de verde no lago azul...

A Disponibilidade de um Amor (6)

a disponibilidade de um amor/ nasce numa cratera de deus/ / anos antes, um pequeno corpo rochoso beijou/ a pele do pátio e um pequeno estrondo, tal suspiro/ saiu da sua boca, expirou/ / a brisa, brev...


Facebook

© Copyright 2003-2017 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE