Mário Cesariny de Vasconcelos

Portugal
1923 // 2006
Poeta/Pintor

11 Poemas



Lembra-te (1)

Lembra-te/ que todos os momentos/ que nos coroaram/ todas as estradas/ radiosas que abrimos/ irão achando sem fim/ seu ansioso lugar/ seu botão de florir/ o horizonte/ e que dessa procura/ extenuante...

Em Todas as Ruas te Encontro (2)

Em todas as ruas te encontro/ em todas as ruas te perco/ conheço tão bem o teu corpo/ sonhei tanto a tua figura/ que é de olhos fechados que eu ando/ a limitar a tua altura/ e bebo a água e sorvo o a...

Para os Lábios que o Homem Faz (3)

Para os lábios/ que o homem faz/ que atraem beijos/ ao redor do mundo/ ficou na nossa memória/ em qualquer parte a qualquer hora/ um pedaço/ de pão/ / Promessa/ que se cumpre/ que alimenta/ o mun...

Faz-se Luz (4)

Faz-se luz pelo processo/ de eliminação de sombras/ Ora as sombras existem/ as sombras têm exaustiva vida própria/ não dum e doutro lado da luz mas no próprio seio dela/ intensamente amantes louc...

Os Pássaros de Londres (5)

Os pássaros de Londres/ cantam todo o inverno/ como se o frio fosse/ o maior aconchego/ nos parques arrancados/ ao trânsito automóvel/ nas ruas da neve negra/ sob um céu sempre duro/ os pássaros de L...

Pastelaria (6)

Afinal o que importa não é a literatura/ nem a crítica de arte nem a câmara escura/ / Afinal o que importa não é bem o negócio/ nem o ter dinheiro ao lado de ter horas de ócio/ / Afinal o que importa...

Uma Certa Quantidade (7)

Uma certa quantidade de gente à procura/ de gente à procura duma certa quantidade/ / Soma:/ uma paisagem extremamente à procura/ o problema da luz (adrede ligado ao problema da vergonha)/ e o problem...

Ortofrenia (8)

Aclamações/ dentro do edifício inexpugnável/ aclamações/ por já termos chapéu para a solidão/ aclamações/ por sabermos estar vivos na geleira/ aclamações/ por ardermos mansinho junto ao mar/ aclamaçõ...

No País (9)

no país no país no país onde os homens/ são só até ao joelho/ e o joelho que bom é só até à ilharga/ conto os meus dias tangerinas brancas/ e vejo a noite Cadillac obsceno/ a rondar os meus dias tang...

Dorme Meu Filho (10)

Dorme meu filho/ dezenas de mãos femininas trabalham/ a atmosfera/ onde os namorados pensam/ cartazes simples/ um por exemplo/ minúsculo crustáceo denominado ciclope/ por baixo da pele ou entre os mú...

Um Grande Utensílio de Amor (11)

um grande utensílio de amor/ meia laranja de alegria/ dez toneladas de suor/ um minuto de geometria/ / quatro rimas sem coração/ dois desastres sem novidade/ um preto que vai para o sertão/ um branco...


Garantia de Qualidade
O Citador é o maior site de citações, frases, textos e poemas genuínos e devidamente recenseados em língua portuguesa. Desde o ano 2000 que o Citador recolhe counteúdos directamente das fontes bibliográficas, sem recorrer a cópias de outros sites ou contributos duvidosos a partir de terceiros. Tem atenção aos Direitos de Autor.
Pesquisa

Citador em Inglês