Mário de Andrade

Brasil
9 Out 1893 // 25 Fev 1945
Poeta / Escritor

2 Poemas



Eu Sou Trezentos (1)

Eu sou trezentos, sou trezentos-e-cincoenta,/ As sensações renascem de si mesmas sem repouso, / Ôh espelhos, ôh Pireneus! ôh caiçaras!/ Si um deus morrer, irei no Piauí buscar outro!/ / Abraço no meu...

Ode ao Burguês (2)

Eu insulto o burguês! O burguês-níquel,/ O burguês-burguês!/ A digestão bem feita de São Paulo! O homem-curva! o homem nádegas!/ O homem que sendo francês, brasileiro, italiano,/ É sempre um cautelos...


Facebook

Inspirações

O Foco do Desejo

© Copyright 2003-2019 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE