Millôr Fernandes

Brasil
16 Ago 1923 // 27 Mar 2012
Escritor/Jornalista/Humorista

11 Poemas



Saudação aos que Vão Ficar (1)

Como será o Brasil/ no ano dois mil?/ As crianças de hoje,/ já velhinhas então,/ lembrarão com saudade/ deste antigo país,/ desta velha cidade?/ Que emoção, que saudade,/ terá a juventude,/ acabada a...

Poeminha sobre o Trabalho (2)

Chego sempre à hora certa,/ contam comigo, não falho,/ pois adoro o meu emprego:/ o que detesto é o trabalho./ / Millôr Fernandes, in Pif-Paf ...

Poeminha de Insatisfação Absoluta (3)

O que me dói/ É que quando está tudo acabado/ Pronto pronto/ Não há nada acabado/ Nem pronto pronto/ Pintou-me a casa toda/ Está tudo limpado/ O armário fechado/ A roupa arrumada/ Tudo belo, perfeito...

Poeminha sobre o Tempo (4)

O despertador desperta,/ acorda com sono e medo;/ por que a noite é tão curta/ e fica tarde tão cedo?/ / Millôr Fernandes, in Pif-Paf ...

Poeminha de Homenagem à Preguiça Universal (5)

Que nada é impossível/ não é verdade;/ todo o mundo faz nada/ com facilidade/ / Millôr Fernandes, in Pif-Paf ...

Poeminha da Negação da Afirmação (6)

Sou um homem bem comum/ sem nenhuma aspiração./ Não quero ser general/ e muito menos sultão./ Sou moderado de gastos,/ de ambição reduzida,/ não sonho ser big-shot/ estou contente da vida./ Nunca inv...

Poeminha Tentando Justificar Minha Incultura (7)

Ler na cama/ É uma difícil operação/ Me viro e reviro/ E não encontro posição/ Mas se, afinal,/ Consigo um cómodo abandono,/ Pego no sono./ / Millôr Fernandes, in Pif-Paf ...

Poeminha Compensatório (8)

Amigas, venham todas/ Tragam o sal, o sol, o som, a vida,/ O riso, a onda./ Eu sou o Cavalheiro da Triste Figura/ Mas tenho uma bela Távola Redonda/ / Saio sempre do cinema/ Com o sentimento desagrad...

Poeminha de Louvor ao Strip-tease Secular (9)

Eu sou do tempo em que a mulher/ nem mostrava o tornozelo;/ que apelo!/ / Depois, já rapazinho/ vi as primeiras pernas de mulher/ por sob a curta saia;/ que gandaia!/ / A moda avança,/ a saia sobe ma...

Poeminha sobre as Reacções Paradoxais numa Sociedade (10)

Na conversa sofisticada/ a debutante, nervosa,/ tem um problema bem seu:/ fingir que entende tudo/ ou fingir que não entendeu/ / Millôr Fernandes, in Pif-Paf ...

Poeminha Nupcial (11)

A linda noivinha/ no altar se casará/ com o rapaz que fez tudo/ pra não ir até lá./ / Millôr Fernandes, in Pif-Paf ...


Facebook

Um Autêntico Sonho de Amor

Orgulho, vaidade, despeito, rancor, tudo passa, se verdadeiramente o homem tem dentro de si um autêntico sonho de amor. Essas pequenas misérias são fatais apenas no começo, na puberdade, quando se ol...

O Drama de Amar

O drama de amar é não haver sucedâneos. E tudo o resto sabe a merda. Porque houve o teu abraço, porque existe o teu cheiro. Amei-te para sempre mesmo que já não te ame. Ficou em mim a tarde em que p...
© Copyright 2003-2016 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE