Pablo Neruda

Chile
12 Jul 1904 // 23 Set 1973
Poeta [Nobel 1971]

36 Poemas

<< >>

Nenhuma outra Viajará pela Sombra Comigo (21)

Já és minha. Repousa com teu sono no meu sono./ Amor, dor, trabalhos, devem dormir agora. / Gira a noite em suas rodas invisíveis/ e ao meu lado és pura como o âmbar adormecido./ / Nenhuma outra, amo...

Somos o Casamento da Noite com o Sangue (22)

Meu amor, ao fechar esta porta nocturna/ peço-te, amor, uma viagem por um escuro recinto:/ fecha os teus sonhos, entra com teu céu nos meus olhos,/ estende-te no meu sangue como num largo rio./ / Ade...

A Infinita (23)

Vês estas mãos? Mediram/ a terra, separaram/ os minerais e os cereais,/ fizeram a paz e a guerra,/ derrubaram as distâncias/ de todos os mares e rios/ e, no entanto,/ quando te percorrem/ a ti, peque...

Tu e Eu Devíamos Simplesmente Amar-nos (24)

Amor, quantos caminhos para chegar a um beijo,/ que solidão errante até chegar a ti!/ Os comboios continuam vazios rolando com a chuva./ Em Taltal a primavera não amanheceu ainda./ / Mas tu e eu, meu...

O Oleiro (25)

Há em todo o teu corpo/ uma taça ou doçura a mim destinada./ / Quando levanto a mão/ encontro em cada lugar uma pomba/ que andava à minha procura, como/ se te houvessem, meu amor, feito de argila/ pa...

Corpo de Mulher... (26)

Corpo de mulher, brancas colinas, coxas/ [brancas,/ pareces-te com o mundo na tua atitude de/ ...

Amor (27)

Mulher, teria sido teu filho, para beber-te/ o leite dos seios como de um manancial,/ para olhar-te e sentir-te a meu lado e ter-te/ no riso de ouro e na voz de cristal./ / Para sentir-te nas veias c...

Ilusão Perdida (28)

Florida ilusão que em mim deixaste/ a lentidão duma inquietude/ vibrando em meu sentir tu juntaste/ todos os sonhos da minha juventude./ / Depois dum amargor tu afastaste-te,/ e a princípio não perce...

8 de Setembro (29)

Hoje, este dia foi uma taça cheia,/ hoje, este dia foi a onda imensa,/ hoje, foi a terra inteira./ / Hoje, o mar tempestuoso/ ergueu-nos num beijo/ tão alto que estremecemos/ ao clarão de um relâmpag...

A Emoção Fugitiva (30)

Vamos buscando a emoção/ que não podemos encontrar/ neste tédio sempre igual/ que nos envolve o coração./ / Enfermos deste eterno mal/ que antes que nasça algum amor/ alegrará com sua canção/ esta am...
<< >>

Facebook

Inspirações

O Amor como Fim

© Copyright 2003-2019 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE