Raul Bopp

Brasil
4 Ago 1898 // 2 Jun 1984
Poeta / Diplomata

2 Poemas



Cobra Norato - XXVIII (1)

A floresta se avoluma/ / Movem-se espantalhos monstros/ Riscando sombras estranhas pelo chão/ / Arvores encapuçadas soltam fantasmas/ Com visagens do lá-se-vai/ / O luar amacia o mato sonolento/ / Lá...

Cobra Norato - I (2)

Um dia/ eu hei de morar nas terras do Sem-fim/ / Vou andando caminhando caminhando/ Me misturo no ventre do mato mordendo raízes/ / Depois/ Faço puçanga de flor de tajá de lagoa/ E mando chamar a Cob...


Facebook

© Copyright 2003-2019 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE