Rui Pires Cabral

Portugal
n. 1 Out 1967
Poeta/Tradutor

4 Poemas



Morangos (1)

No começo do amor, quando as cidades/ nos eram desconhecidas, de que nos serviria/ a certeza da morte se podíamos correr/ de ponta a ponta a veia eléctrica da noite/ e acabar na praia a comer morango...

A Nossa Vez (2)

É o frio que nos tolhe ao domingo/ no Inverno, quando mais rareia/ a esperança. São certas fixações/ da consciência, coisas que andam/ pela casa à procura de um lugar/ / e entram clandestinas no poem...

I Was Made To Love Magic (3)

A manhã com as suas proibições/ na tua fala. A claridade estava a crescer/ numa cama que já se tinha atravessado no escuro/ como uma nave enfileirando para a guerra./ / Eu não tinha ficado para conhe...

Espaços em Branco (4)

Ao fim da noite, no frio do táxi, pousas/ a cabeça no meu ombro - e assim entramos/ duma vez e inteiramente na nossa vida./ Lá fora, pelo contrário, tudo perde realidade;/ / há em toda a parte um sos...


Facebook

© Copyright 2003-2017 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE