Eduardo Pitta

Portugal
n. 9 Ago 1949
Poeta/Escritor/Ensaísta

Agora que as Palavras Secaram

Agora que as palavras secaram
e se fez noite
entre nós dois,
agora que ambos sabemos
da irreversibilidade
do tempo perdido,
resta-nos este poema de amor e solidão.

No mais é o recalcitrar dos dias,
perseguindo-nos, impiedosos,
com relógios,
pessoas,
paredes demasiado cinzentas,
todas as coisas inevitavelmente
lógicas.

Que a nossa nem sequer foi uma história
diferente.
A originalidade estava toda na pólvora
dos obuses, no circunstanciado
afivelar
dos sorrisos à nossa volta
e no arcaísmo da viela onde fazíamos amor.

Eduardo Pitta, in “Marcas de Água”
// Consultar versos e eventuais rimas




Facebook

Inspirações

O Amor é Simples

© Copyright 2003-2019 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE