Luiza Neto Jorge

Portugal
10 Mai 1939 // 23 Fev 1989
Tradutora/Poetisa

Álbum de Família

Reconheço a mãe
comia legumes
vivia roendo
entre um cheiro
herbívoro
dizendo
«como vegetais
por vício»

a minha outra mãe
mansa provinha
do ventre polar
de sua mãe
deu-me à luz
eléctrica
sob a luz solar

a terceira mãe
porque tinha fome
ou vertigem santa
tomba de onde mora
de um arranha-céus à hora

Luiza Neto Jorge, in 'Antologia Poética'




Facebook

Inspirações

O Que Está Certo

© Copyright 2003-2019 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE