António Osório

Portugal
n. 1 Ago 1933
Escritor/Poeta

Amando

Amando
fazemos juntos
o presépio,
com musgo, pinhas,
ervilhaca.

E ovelhas
procurando
pelos lábios
o campo
um do outro.

E pão, mel,
courelas
que renascem
da geada,
semoventes.

E o mesmo
hálito, calor
de dois animais,
nosso fazemos
aquele Filho.

António Osório, in 'O Lugar do Amor'
// Consultar versos e eventuais rimas




Outros Poemas de António Osório:

Facebook

© Copyright 2003-2019 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE