Octavio Paz

México
31 Mar 1914 // 19 Abr 1998
Escritor/Poeta/Diplomata [Nobel 1990]

Certeza

Se é real a luz branca
desta lâmpada, real
a mão que escreve, são reais
os olhos que olham o escrito?

Duma palavra à outra
o que digo desvanece-se.
Sei que estou vivo
entre dois parênteses.

Octavio Paz, in "Dias Hábeis"
Tradução de Luis Pignatelli
// Consultar versos e eventuais rimas




Outros Poemas de Octavio Paz:

Facebook

© Copyright 2003-2019 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE