Francesco Petrarca

Itália
20 Jul 1304 // 19 Jul 1374
Poeta

Comigo noutro Tempo Estavas

Amor, comigo noutro tempo estavas
Entre estas margens do pensar amigas
E p'ra saldar nossas razões antigas
Comigo e o rio arrazoando andavas:

Floras, frondes, sombras, ondas, antros, cavas,
Profundos vales, altos montes, sigas,
Que repouso me foram das fadigas
E hoje o não são de tantas mágoas bravas.

Ó vós que os ermos habitais do bosco,
Ó ninfas, e quem mais do fresco fundo
Do líquido cristal se alberga e pasce:

Tão claro foi meu dia, ora é tão fosco
Como a Morte que o faz. Assim no mundo
Ventura vem do dia em que se nasce.

Petrarca, in 'Poesia de 26 Séculos, Jorge de Sena'




Facebook

Inspirações

Deixar Ser

© Copyright 2003-2019 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE