Jayro José Xavier

Brasil
n. 10 Jun 1936
Poeta/Professor

Essa Chuva de Inverno

Essa chuva de inverno, que fluía
por entre a verde várzea derramada,
já não flui sua linfa em terra fria,
que quente está do sal de que é salgada.
Aqui eterna é a chuva, e não se adia,
e a mudança das coisas proclamada:
só a terra de fértil não vê dia,
que só a água em mágoa vê mudada.
Aqui, de malogradas esperanças,
vive o povo sem crença em tais mudanças,
no fecundo milagre dessa guerra
— que, estando a Natureza em guerra tanta,
não nos transforma a chuva o pranto em planta,
e mais se chore, é mais salgada a terra!

Jayro José Xavier, in 'Idade de Urânio'




Outros Poemas de Jayro José Xavier:

Facebook

© Copyright 2003-2019 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE