Tiago Nené

Portugal
n. 29 Mar 1982
Poeta/Tradutor

Não sei se falo ou se bebo

Não sei se falo ou se bebo,
sou uma porta marítima sobre a matéria.
Esvoaço em novas águas e prolongo o improviso
das imagens que imitam.
Não tenho mitologias no monólogo e no medo, ergo-me
como memória que destrói uma outra,
a minha infinidade experimenta a emoção antes de acabada.
Como uma mortalha em repouso no peito,
não conheço o meu mistério, não vigio o meu abandono,
sinto uma flor flutuando nas ilhas do meu ar,
estou entre a solidão e a cegueira.
Quero conhecer os peixes da alma, repercutir as cores,
não sou um sussurro de horas nem um céu que sangra.
Sou aquilo que me ocorre a cada inocência.

Tiago Nené, in 'Este Obscuro Objecto do Desejo'




Facebook

Inspirações

A Hora Mágica

© Copyright 2003-2019 Citador - Todos os direitos reservados | SOBRE O SITE